Vivendo em Londres: 4 meses

Olaaa mozamores! Como vocês estão?

Tô sumidinha não é? Mas a adaptação sempre deixa a vida corrida. Queria trazer esse post para vocês em forma de vídeo, mas como queria voltar a ativa aqui no blog, achei que poderia ser uma excelente forma de trazer um conteúdo bem bacana para vocês.

No dia 1 desse mês (julho), fez 4 meses desde que cheguei aqui na terra da Rainha com planos, metas, sonhos  e muita disposição de correr atrás.

No caminho que percorri até chegar aqui, vi muita gente me desestimulando, brasileiros que moravam aqui e que diziam: "Não venham, as coisas aqui não são boas." "Aqui a gente trabalha demais, não tem tempo pra nada.".  Mas eu analisava também que essas mesmas pessoas que tanto falavam mal do país, ainda moravam aqui, por que? se era tão ruim assim...

É ai, meus amores, que entra a lição da "tia Alice". Nunca na sua vida de ouvidos a pessoas que você não conhece e analise muito os conselhos daqueles que te conhecem. Vocês vão encontrar na vida muita gente rancorosa e invejosa e que não quer que ninguém esteja melhor que elas.
Para essas pessoas que encontrei no meu caminho, so tenho uma coisa a dizer: "Eu vim, to aqui, to vencendo e estou feliz. E você, onde está?

Eu tive sorte de contar também com pessoas muito boas. Com menos de um mês aqui eu já tinha conseguido meu primeiro emprego em uma recepção de hotel, coisa que muitas pessoas demoram anos para conseguir e que no Brasil, mesmo com minha graduação em turismo, eu nunca havia conseguido.
Consegui graças a uma amiga que confiou que eu poderia fazer um bom trabalho e me indicou (obrigada Michelle). Essa mesma pessoa reservou e alugou um quarto para mim e meu marido e tem dado todo suporte e amizade que poderíamos precisar.

Há menos de um mês atras, devido também a uma indicação de uma pessoa que conhecia meu trabalho com intercâmbio no Brasil, fui convidada para uma entrevista em uma escola de inglês e consegui ser aprovada. Atualmente trabalho com o mercado brasileiro de intercâmbio, em uma escola de inglês. (vamos viajar galera). Sim, em 4 meses de Inglaterra já estou no meu segundo emprego. 

Londres e uma cidade multicultural, você não se sente intimidado em estar aqui.

É claro que o fato de ter a cidadania portuguesa facilitou as coisas para mim, atualmente a vida não esta fácil para quem esta ilegal. Eu entendo quem quer fugir do Brasil, mas também entendo e respeito o fato dos governantes não quererem pessoas ilegais. Imagina a bagunça que ficaria se todo mundo entrasse e pronto? Leis precisam ser criadas e cumpridas para que um país funcione corretamente.

Nesses 4 meses aqui eu vivenciei e conheci culturas que jamais imaginaria em conhecer, comi comidas que jamais imaginei comer e ainda tenho tanto a conhecer que as vezes fico até perdida com tanta informação.

É sempre fácil? Não! A gente aqui ta começando a vida de novo, parece que acabamos de sair do ensino médio. Com a difference que aqui não temos papai e mamãe e muita gente não aguenta passar por isso. Dividimos casa e isso nem sempre é fácil pra nos brasileiros, não e nosso costume. Londres é uma cidade cara para morar e dividir um lugar ajuda a diminuir os custos, mas o custo disso é a perda da privacidade.

Trabalhar muito? Aqui se trabalha, mas não é trabalho escravo não. Aqui eu tenho 2 folgas semanais e atualmente são todas no final de semana. Eu trabalho em horário comercial, eu nunca tive isso no Brasil.
E ao contrario do que pensam, eu não tenho inglês fluente. Claro que quanto melhor seu nível de inglês e experiencia, mais portas vão se abrir. Mas quem quer trabalhar, trabalha sim. O problema das pessoas é não querer começar de baixo. Não é fácil trabalhar em bar, ou como empregada doméstica ou housekeeper em um hotel. São serviços mais pesados, mas não são vergonhosos e vão te ajudar muito. Só não podemos deixar de estudar nunca.

No Brasil, fiquei 6 meses desempregada, mesmo com toda minha experiência profissional e aqui, em menos de um mês eu já estava empregada.

Minha experiência desses 4 meses de Inglaterra tem superado todas as expectativas que tinha. Tem sido além do que sonhei. 
Nunca vivi um conto de fadas e nunca achei que seria um jardim florido, sabia das dificuldades, sabia dos altos preços da cidade que decidi viver e isso me ajudou muito a não me decepcionar, Na verdade eu estava imaginando ser muito mais difícil do que tem sido.

Eu acho até engraçado quando acontece um ato terrorista aqui na cidade e vem o povo me perguntar se eu estou bem, se ta tudo ok. Gente, eu saí do Rio de Janeiro. Já vi gente sendo assaltada com arma na cabeça. Já dei bom dia pra traficante armado na frente da padaria onde comprava pão de manhã. As chances de algo assim acontecer aqui em Londres são quase nulas. As vezes parece que as pessoas ficam torcendo para que de errado para poderem falar, ai tá vendo? o Brasil é melhor.

Mas esse post já virou um testamento então vamos finalizar.

Mozamores, esse post é para incentivar você que tem um sonho, seja ele qual for, a correr atrás. TUDO e possível e TUDO acontece no tempo certo desde que você não fique sentado esperando cai no seu colo.
Esse e um sonho de criança e eu que nunca imaginei que seria possível, estou aqui.

Quem tiver duvidas sobre morar fora, estudar, e todas essas coisas, sintam-se livres para perguntar. Sera um enorme prazer se eu puder ajudar.

See u soon!

Beijoks



8 comentários:

  1. Que legal, adorei saber um pouco da sua história e ver sua empolgacão e forca de vontade em querer realizar um sonho da infância. Boa sorte! Tudo de bom! Beijos

    ResponderExcluir
  2. Post bom, que além de ser informativo, é motivador. Tenho muita vontade de sair do Brasil, não pra morar (por enquanto), mas pra viajar. Londres deve ser um sonho, imagino o quanto você deve estar! *-*

    http://www.sextadimensao.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viajar sempre é incrivel, mesmo que seja apenas para outra cidade. Sempre aprendemos coisas novas.

      Beijoks

      Excluir
  3. Que bom saber que você teve facilidade em conseguir emprego por aí. Aqui no Brasil realmente tá bem complicado e nós temos a cultura de que um "subemprego" é ruim, humilhante. É nada, tudo vale a pena, desde que haja qualidade de vida, como acontece fora do país.
    Boa sorte em sua aventura!
    Blog Criativíssimo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente no Brasil os salários são muito baixos do minimo para se viver. Fiquei 6 meses desempregada no Brasil e é desesperador.

      Beijoks

      Excluir
  4. "Londres é uma cidade multicultural, você não se sente intimidado em estar aqui."
    Aaaaah vem cá me dá um abraço! Visitei Londres no começo do ano à turismo e tive essa mesmo sensação. À primeira vista essa cidade enorme me deixou assustada, com prédios gigantes e pessoas correndo apressadas para todo lado, mas passado isso eu vi ainda uma cidade enorme, mas que abriga todo mundo. Tantas culturas em uma única cidade. Tanta diversidade. Tudo tão mágico. Tão especial. Todo mundo diz que os britânicos são frios e arrogantes, que complicam a entrada no país, mas a minha experiência foi tão diferente. Como você disse, é importante ter regras, afinal se todo mundo entrasse ilegalmente seria um caos né? E não sei se pelo fato de já ter um visto de estudante em portugal (na época eu estava fazendo intercâmbio em portugal) eles mal me perguntaram coisas na imigração. Apenas o que eu ia fazer lá e deu, em dois minutos já estava à caminho de Londres. Também falam que não são simpáticos com turistas do brasil. Mas acho que isso depende da pessoa com quem você conversa. Alguns não tem paciência com quem não fala nada de inglês. E pode ser que até role um certo preconceito. Mas todas as vezes que pedi informação ou ajuda para alguém, eles foram super simpáticos porque viam que eu falava alguma coisa e que me esforçava para entender eles. E se eu não entendia, eles repetiam até entender ou até chamavam outra pessoa para ajudar. Lembro que em um mercado 24h estava eu à meia noite com meu pai procurando uma farmácia e eu não estava entendendo o que eles falavam sobre a localização da farmácia (que era em outro bairro), então eles foram lá, chamaram outro funcionário, um espanhol para conversar comigo. E ficaram perto de nós até ter certeza que entendi tudo. Sem falar na quantidade de Brasileiros perdidos que encontrava por lá! Aii, acho que vou chorar de saudades ahah. Meu sonho é um dia morar em Londres (quem sabe?Nada é impossível. Eu também nunca me imaginei fazendo intercâmbio em outro país, porque nunca fui rica, mas oportunidades aparecem). Fiquei tão feliz em saber que você conseguiu se adaptar aí. E não desiste, porque é exatamente isso o que você disse: as pessoas ficam caçando motivos para botar defeito na sua vida. É de dói nelas saber que você tem persistência para correr atrás daquilo que quer. Tenho consciência que a vida em nenhum lugar é perfeita, quando morei em Portugal não era. Assim como no Brasil também não é. Mas para tudo a gente se adapta. Muito sucesso para você <3
    Beijão

    http://itskimby.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por compartilhar sua experiencia, Kimberly. Quem sabe já já você não volta pras "Zoropa".
      Como diz uma musica que amo "Milagres acontecem quando a gente vai a luta"

      Beijoks

      Excluir